domingo, 20 de julho de 2008

O adorável escroto

-Você tá de onda!
-Não tô, Lívia, ele mandou essa.
-Como é que é? Você e o Bukowski, o quê?
-Que eu, assim como Bukowski no início de carreira, não entendia nada do sexo oposto.
-Disse assim, na lata?
-Na lata, fiquei pretérita!
-Também ficaria...
-Pois é.
-Mas sabe que eu sempre achei meio Bukowski seus textos?

Mentira, Lívia nunca leu sequer uma linha dele. Mas aquela foi a única coisa que pôde dizer naquele momento, já que não se sentia à vontade de comentar com a amiga que o gatinho que ela tá amarradona de dar um confere podia estar personalizando demais suas observações literárias, provavelmente por estar se sentindo vulnerável dentro da relação. Ou por ter um pau muito pequeno. Ou um pouco fino. Enfim, independente do que fosse, era coisa de casal. E, nesses casos, o melhor é que as amigas não metam a colher.

De repente, do nada, surge a pérola:

-Nem te falei uma coisa, ele escreveu um texto pra mim.
-Mesmo?
-Aham.
-E aí? Legal?
-Intenso.
-Mas legal?
-Não sei, tinha uma coisa de esperar, mas não saber por que ou por quem. Uma coisa bonita, mas um pouco ensimesmada demais, sabe?
-Porra, mas você não sabe que ele é ensimesmado? Queria que ele escrevesse uma parada cool?
-Calma, gata!
-Foi mal, mas esse negócio de analisar homem não é fácil.
-Não estamos analisando, estamos comentando.
-Ah, ainda bem que você me avisou! Estamos comentando! Agora sim, entendi tudo!
-Debochadinha...
-Quer a verdade nua e crua?
-Sempre.
-Eu, como sua amiga, diria pra você sair fora desse cara enquanto ainda não deu pra ele e não ficou de quatro.
-Ficar de quatro não é mau, vai...
-Posso continuar?
-Claro.
-Onde eu estava mesmo?
-Na parte que eu ficava de quatro...
-Isso mesmo! Eu estava dizendo que, por outro lado, acho que o ensimesmado vai fazer esse vulcão que tem aí dentro explodir.
-Explodir como?
-Ah, uma coisa lava incandescente, saca?
-...
-Eu tive um cara assim também, ensimesmado, quase canalha, mas adorável.
-Quase canalha?
-Isso mesmo! Me escrevia umas coisas herméticas, tipo isso aí que você falou, de esperar mas não saber por que e nem por quem.
-Jura?
-Juro, isso é coisa que só um escroto adorável faz por você...
-Escroto adorável?
-É, darling, tem um monte deles por aí.
-Mas, vem cá, por que você nunca me contou desse cara?
-Porque se eu for ficar falando tudo que eu já vivi vou ficar parecendo sua tia, o que está longe de ser o caso.
-Você é mais rodada mesmo, qual o problema?
-Rodada é punk!
-Bucetuda, prefere?
-Melhor.
-Tá, bucetuda, diga lá, o que aconteceu com o seu ensimesmado?
-Um dia eu acordei e tive a certeza de que eu precisava de uma pessoa mais tranqüila do meu lado, independente de não ser tão intensa nem tão capaz de falar as coisas mais oportunas nas horas mais sensacionais.
-Sei...
-Uma pessoa que, apesar de não me deixar úmida com um único olhar, não me daria cortes tão secos, não me largaria derrapando na pista, nem me deixaria triste nos dias mais alegres.
-Nossa...
-Por isso não te falei nada, entende? Porque acho que você tem que ser a protagonista dessa história. Todo mundo na vida precisa aprender a decodificar, seduzir, comer e deixar ir pra sempre pelo menos um escroto adorável.

E assim, sem entrarem nos detalhes mais sórdidos, as duas ficaram lá pensando porque não poderiam ter tudo que queriam do jeito que achavam mais gostoso, como quando eram crianças e faziam charme pra Papai Noel.

E, enquanto pensavam, viram que o melhor mesmo era parar de pensar e ir correndo pro videokê do botequim da esquina, que estava pegando fogo, pra tomar uma gelada, comer um queijinho de coalho, morrer de dar risadas e adorar a lua, que transbordava de tão cheia.

Porque canta melhor quem canta pra subir.

15 comentários:

sateliteproprio disse...

"canta melhor quem canta para subir" é a frase do ano!
tudo a ver com a noite de sábado, que foi das boas.
que festa foi aquela????
hoje tem mais.
beijos

Flavia disse...

"Porque acho que você tem que ser a protagonista dessa história. Todo mundo na vida precisa aprender a decodificar, seduzir, comer e deixar ir pra sempre pelo menos um escroto adorável."
coisa de miguxa e BFF
adoirei!

Paulo Bono disse...

porra, Flor de laranja.
muito massa. como sempre, bem escrito. e toda referência ao velho Buk é bem vinda.

abraço

alvarêz dewïzqe disse...

E as pessoas acabam sempre caindo na mão de um tipo repetido, digo, se livra de um agora para pegar outro igual depois... Homens e mulheres.

Karaoke, com cerva e coalho é bom. hehe.

Rackel disse...

'E assim, sem entrarem nos detalhes mais sórdidos, as duas ficaram lá pensando porque não poderiam ter tudo que queriam do jeito que achavam mais gostoso, como quando eram crianças e faziam charme pra Papai Noel.'

Triste verdade...

Rodrigo Carreiro disse...

Toda mulher precisa passar nas mãos de um escroto um dia. Isso é fato. É um aprendizado e as que não passaram, por favor, larguem seus respectivos e vão direto para um escroto. Depois tudo se resolve.

Tchello Melo ou Marciano Macieira ou Tchellonious disse...

"Fiquei pretérita!" vale o texto todo, fiquei pretérito e presentemente contente, gargalhando!

Congratulações!

Juju disse...

amore, vc já sabe que adotei "fiquei pretérita" por tua causa né...rs

agora "escroto adorável" vc conseguiu achar a definição que eu tava procurando para um gatinho aeeee...kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Srta. Rosa disse...

"Todo mundo na vida precisa aprender a decodificar, seduzir, comer e deixar ir pra sempre pelo menos um escroto adorável."

Muito bom! E o comentário do Castor (ensimesmando) no último post meu tem metade do teu texto junto. Rs. Ô Idéias sincronizdas, gente!

Bezzos, adorei!

Castor disse...

Ilustríssimas quatro (ou mais) Anas:

Putz... Ensimesmado, é? Pior que isso só “ensimesmando” mesmo, que é gerúndio...
De repente, sou um desses caras aí, e nem sabia...
No entanto, não sei se me lamento pelo “escroto”, ou regozijo-me pelo “adorável”.
Bom... Na dúvida, fico com o “adorável”.
Aliás, vislumbrando um melhoramento contínuo do processo, se é que esta pergunta faz algum sentido, você acha que eu deveria investir em ser menos escroto ou mais adorável?
Esquizofrenias à parte, muito bacana o seu post.
Deixou-me assim, digamos... Ensimesmado.
Beijos,

Castor

Helô Helê disse...

Bacanérrimo!!! Adorei seu blog... vou visitá-lo com frequencia. =)
Bjoca!!!

Poliana Paiva disse...

investir em ser mais adorável já vai aliviando o lado escroto...rs
valeu galera!

Andre Felippe disse...

Boa,!
Seu blog é bom pra decodificar o universo feminino;vou passar a ler mais.
O escroto adorável é o tipo de cara que as mulheres estão sempre reclamando mas vão sempre escolhendo:saem dos braços de um,pr'o ombro das amigas reclamar e chorar e,depois de um tempo,pr'os braços de outro escroto adorável[!?]...
Não sei porque,mas existe um sistema de recompensa que valoriza a atitude escrota e pune a adorável;daí vem o fato dos bonzinhos (também conhecidos por fofos) viverem encalhados e os canalhas (ou bad boys,ou cachorros,ou escrotos adoráveis...) estão sempre com as mulheres... :-/
bjo,Poli!
Continue escrevendo mais e mais...

JOAO BOSCO MAGALHAES BARROS FILHO disse...

MEU NOEM E JOAO BOSCOMMAGALHAES BARROS FILHO E TENHO QUE DIZER QUE SOU APAIXONADO PELA A NORMA JEAN DA MALHACAO E QUERIA SABER O NUMERO DO CELULAR DELA E TELEFONE E O EMAIL
O MEU E JBGAMES2009@HOTMAIL.COM

joao bosco magalhaes barros disse...

ola sou eu de novo joao bosco magalhaes barros filho eu queria dizer que estou pouco me lixando para esse negocio de escroto eu vou colocaar comentario ate no jornal nacional se for preciso mas essa menina vai me adicionar e ler os meus comentarios e ninguem vai impedir o nosso amor eu amo a jessyca alves da malhacao ela me faz eu me sentir o cara mais especial da face da terra eu a amo de paixao ela e tudo para mim e eu vou ficar com ela porque o meu amor e verdadeiro e o amor sempre vence