terça-feira, 1 de novembro de 2011

Leminskiando 2


Lendo um antigo escrito

foi que entendi:

criança eu era infinito

Um comentário:

Diogo Lyra disse...

tudo clara

ainda não era o dia

era a gema separada.