quinta-feira, 22 de julho de 2010

Parabéns pra Alê!


Anda comigo

Colada

Que nem rímel

A diferença é que não sai n’água

Ri do que não tem graça

Me compra pagando vinho

Desde que a Juruba nasceu

E inda mamava na gente

Virou marida

Relação longa

Colcha quente

Na hora que o céu for todo nosso

Prometo

(Como não?)

Te dou um monte de nuvem de algodão

3 comentários:

Cavaleiro Andante disse...

Gostei, voltarei mais vezes.
inté

Juju disse...

chuinf....mocionei...

Danielle disse...

Lindo demais!