domingo, 18 de janeiro de 2009

O marxismo e a burguesia

Quando viu a mensagem no celular, sacou que ela também não tinha conseguido dormir depois da conversa que tiveram. Ele, que fala com todas as letras que só quer comê-la de uma vez por todas e deixar que o resto aconteça naturalmente, chegou a dar uma risada de canto de boca ao lembrar dela dizendo que vida sem risco não é vida, é plano de saúde sem carência.

Lá no fundo, se sente estranho por gostar tanto daquela burguesa maluquinha.

Só mandou a mensagem em plena madrugada porque sacou que ele ainda tinha muito tesão encubado, mesmo depois de dois anos. Ela, que brada aos quatro ventos que homem com namorada não rola, chega a tremer nas bases só de lembrar dele dizendo que fala com os amigos de como o corpo dela é delicado, apesar de grande.

Lá no fundo, se sente estranha por gostar tanto daquele marxista cético.

Assim, os dois passaram o resto daquela noite deitados, cada um na sua cama, banhados pela lua cheia, com o corpo quente e a mente irrequieta: ela, pensando que não queria morrer da cura; ele, batendo umazinha com a foto dela nua que ganhou de presente.

Já amanhecendo, decidiram viver o risco. E se alguém por algum acaso ficasse triste, talvez houvesse a necessidade de uma separação radical. Mas esse era assunto pra depois.

Agora era só ele ligar de novo e torcer pra ela não estar menstruada.

Porque, mesmo curtindo uma galinha ao molho pardo, o marxista bem sabia com que tipo de burguesa estava lidando.

6 comentários:

gigi disse...

lindo!

fabioricardo disse...

ah, essas burguesinhas... irresistíveis.

Juju disse...

acho otimo homens que gostam de galinha ao molho pardo!!!!

Mauricio disse...

"Vai no cabeleireiro
No esteticista
Malha o dia inteiro
Pinta de artista

Saca dinheiro
Vai de motorista
Com seu carro esporte
Vai zoar na pista

Burguesinha, burguesinha
Burguesinha, burguesinha
Burguesinha
Só no filé
Burguesinha, burguesinha
Burguesinha, burguesinha
Burguesinha
Tem o que quer"

Seu Jorge

Paulo Bono disse...

a burguesia fode.

Rackel disse...

Huahuahuahuauahuhauhauh!!! Parece até q vc tá falando de uma amiga minha... mas não vou citar o nome pq ela nem conhece o blog (e não tem a menor graça dizer q ela é galinha sem q ela saiba q estou dizendo isso)! rs