sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

Tao


Não

Fique

Tão

Triste

Perto

De

Mim

O

Que

Não

Se

Sente

Até

O

Fim

Nem

É

Tão

Verdade

Assim

2 comentários:

rodrigo de roure disse...

ah
sim
é
verdade
que
nada
tem
fim
:P

Camila Fontenele disse...

Incrivel, esse tipo de poema deixa as coisas mais divertidas, pode-se sentir.

Um beijo ;*