segunda-feira, 10 de março de 2008

Dicas práticas para nao queimar o filme do gênero feminino numa só noite

Bons rapazes ainda há, ao contrário do que reza a lenda urbana pessimista de nossos tempos. O que está em falta, de fato, é o critério. Esse sim, se estivesse à venda, já teria esgotado há muito. Os pés são a todo instante trocados pelas mãos e as chances de ficar em silêncio, violentamente desperdiçadas. Diálogos deprimentes costumam rondar aquelas horas constrangedoras que se seguem ao sexo casual, geralmente prematuro e não muito gostoso, diga-se de passagem. Um amigo que não direi o nome me contou umas histórias impressionantemente desesperadoras. Pra começar, cabe ressaltar que esse amigo é pitéu, além de talentoso e carinhoso, atributos que o colocam no topo da lista de muitas meninas. Algumas até conseguem dar pra ele. Porém, poucas deixam marcas para além de unhadinhas frívolas. Poucas foi gentileza minha. Nenhuma conseguiu deixar qualquer marca que valesse a lembrança, pra ser mais precisa e menos benevolente (que não estou aqui pra passar a mão na cabeça de mulher que acha que um par de peitos durinhos e uma bucetinha molhada dão conta do recado de ser algo além de uma boneca inflável com pinta de intelectual). Nenhuma, apesar da evolução do pensamento em torno da causa feminina, conseguiu fazer o serviço completo, que na minha época era chamado de barba cabelo e bigode. Não conseguiram e não conseguirão, enquanto se fiarem na encenação e na pseudo-putaria. E, principalmente, enquanto estiverem mergulhadas nas profundezas da falta de assunto.

Agora vamos aos fatos:

. Capítulo Primeiro: Da hidratação

-Tem água na sua casa?
-Sim, claro.
-Você pegaria pra mim? Fico sem jeito de abrir sua geladeira...

Depois de abrir as pernas e deixar a mangueira entrar, esse papo de não abrir a geladeira soa como uma anti-metáfora. Algo que transita entre os dois pesos e as duas medidas.

Dica prática: Parta sempre do pressuposto de que na casa das pessoas tem água potável.

. Capítulo Segundo: Do transporte.

-Você tem telefone de alguma companhia de táxi?
-Sim, claro.
-Teria como ligar pra mim?
-Tem alguns números presos na geladeira.
-Ai, pega pra mim? Fico sem jeito de entrar na sua cozinha...

Mais uma vez a falta de jeito aparecendo como fator determinante.

Dica prática: Ande com telefones de companhias de táxi no celular e pare com esse charminho de artista em fim de carreira.


Capítulo Terceiro: Do preservativo

-Você tem camisinha, né?
-Sim, claro.
-Poderia colocá-la?
-Se você esperar meu pau terminar de ficar duro...

Uma mulher que não conhece o grau de paudurescência necessário para a inserção da camisinha é capaz de acreditar que beijo na boca engravida.

Dica prática: Pau duro não tem esse nome à toa. Encoste e veja por você mesma.

Capítulo Quarto: Da necessidade de provar que não se é burguesa.

-Você gosta de samba?
-Sim, claro.
-Já foi na feijoada da Portela?
-Nunca fui.
-Ai, como você faz isso com você mesmo? Lá é que é samba de raiz, samba de verdade.

Tá bem! Quero ver dançar com os bebuns suados de Madureira sem ficar com nojinho nem medo de ser estuprada.

Dica prática: Quando quiser tirar onda com o gatinho, esqueça o samba. É óbvio demais.

Haveria outros capítulos, mas só esses quatro já me irritaram o suficiente. Porque esse tipo de comportamento denigre anos e mais anos de luta pela liberação sexual e pelos direitos da mulher.

Portanto, se você é ingênua, não pose de puta. Porque ser puta não é pra qualquer uma. Seja você mesma, aí, quem sabe, até sua inexperiência vai ser charmosa.

Mas, por favor, de manhã, depois de um sexo meia-bomba, fique em silêncio.

Guarde seus comentários pras amigas da facu. Elas estão mais acostumadas com isso.

4 comentários:

Srta. Rosa disse...

Gostei muito daqui. I'll be back. Posso, né?

http://senhoritarosa.wordpress.com

marina disse...

porque ser puta não é pra qualquer uma. DEFINITIVAMENTE.
adorei!

Rackel disse...

Acabei de comentar esse texto lá no blog do multiply, mas como não sei se c ainda v o outro, to avisando!

bjs e bons ventos aqui no blog

coracaodepoeta disse...

hahahaha! Mt bom!
Excelente...