domingo, 23 de março de 2008

O tatame da implicância

-Ai, amiga, todo cara interessante que eu conheço, é sempre a mesma coisa.
-Dá pra ser mais específica?
-Ah, aquele velho esquema...
-Que esquema?
-Conhece, dá uns beijos, saca a pegada, dá o telefone, adiciona no msn, vira amiga no orkut, tudo isso em quinze dias.
-Sim, faz parte dessa coisa pós-moderna a velocidade com que as pessoas ficam íntimas.
-É, mas esse negócio de orkut, definitivamente, é o começo do fim...
-Fim do que, guria?
-Ah, fim da poesia, sabe? Por exemplo, esse carinha.
-Qual carinha, o que tem uma filhinha?
-Não, esse aí sumiu pra todo o sempre. Tô falando desse outro, mais recente...
-O que tem hálito de canela?
-Exatamente! Escuta só: ontem fui responder a um recado fofo que ele deixou pra mim.
-E tinha um recado duma gostosona na página dele, né?
-Caraca, como você sabe?
-Porque é um clássico do orkut, querida: a mulher chega, vê um recado da gostosa na página do peguete, vai no álbum dela pra dar aquele confere, vê que a mina é gata mesmo e já começa a ficar paranóica, achando que não é páreo pra esse tipo de potranca. Vejo isso toda dia lá no consultório!
-Pô, mas não é uma situação broxante?
-De certa forma é, mas o buraco é mais embaixo.
-Como assim?
-Quer mesmo ouvir?
-Claro!
-De repente você está construindo uma pessoa que ainda não existe de fato, sabe? Tudo bem, o carinha é interessante, beija bem, tem hálito de canela, te dá uns moles e tal...
-Ele me mandou flores vermelhas na semana passada...
-Legal, muito legal mesmo, a coisa está indo por um caminho bacana, mas veja bem, homem, de uma maneira geral, gosta de saber que tem várias mulheres disponíveis na área, sabe assim?
-Sei bem...
-Isso até ficar completamente envolvido com uma só e querer assumir uma relação a dois, concorda?
-Concordo.
-Portanto, tome o fato do hálito de canela ter potrancas por perto como uma coisa normal.
-Tá, normal é, o cara é solteiro. Mas entende que eu não tenho como competir com esse tipo de coisa?
-Entendo, claro, mas também não dá pra querer que o cara esqueça todas as amigas gostosas só porque há uma semana você apareceu na vida dele!
-Duas semanas! Conheço ele há duas semanas! Mas você tem razão, não dá!
-Vejamos pelo outro lado. No seu orkut deve ter um monte de recado de gatinho, ou não?
-De vez em quando até rola, mas eu corro pra apagar, pra ele não ver.
-Não acredito nisso!
-Ah, não gosto de ficar me exibindo...
-Posso te fazer uma pergunta bem indiscreta?
-Pode.
-Há quanto tempo você não trepa?
-Putz, tenho até vergonha de dizer.
-Tem mais de três meses?
-Por aí.
-Então, acho que isso é falta de sexo, amiga, na boa. Se você der prum homem que saiba o que está fazendo, num instante esse negócio de orkut passa, você vai ver.
-Cansei de sexo casual, já te disse!
-Até entendo seu lado, mas faz com um carinha legal, daí fica uma coisa emocionalmente segura, sabe?
-Sei...
-Não tem nenhum ex que você queira dar uma revisitada?
-Deus me livre!
-E amigo? Não tem nenhum que você queira provar?
-Já comi todos que eu tinha que comer.
-Não sobrou nenhum? Logo você, que anda com tantos homens interessantes...
-Tem aquele menino da faculdade que te falei uma vez, sabe, um que implica comigo o tempo todo?
-Aí, tá vendo? Homem implicante é o máximo! Corre até o risco de tomar umas porradinhas!
-Ai, não me dá idéia que eu me animo...
-Garota, tô aqui pra te animar! Você é a maior gostosa, rabuda, cheia de disposição!
-É, não chego a estar mal na fita não...
-Claro que não, ainda por cima inteligente, mulher de opinião! Fica aí perdendo tempo com recadinho de orkut! Quero ver se essas gurias sabem fazer metade do que você sabe ou se é tudo picolé de chuchu...
-É, vou chamar o implicante pra jogo!
-Chama, bela! E te digo mais: do jeito que você tá, a ponto de bala, é capaz de apanhar bonito...
-Ui, fiquei toda arrepiada agora.
-É, garota, a perspectiva de uma surrinha sempre deixa a gente esperançosa...

Seguindo os conselhos da amiga, a rabuda chamou o implicante pra jogo. Coincidência ou não, nesse mesmo dia, o hálito de canela deixou outro recadinho lindo em seu orkut, ao que ela respondeu sem esperanças rançosas, pois tinha parado de se preocupar com as gostosas de plantão.

O fato é que os hematomas provenientes do tatame da implicância a envaideceram de tal forma que, dali em diante, perto dela, qualquer potranca não passaria de um picolé de chuchu.

Na versão diet, logicamente.

17 comentários:

Marcela Bertoletti disse...

Adorei! Adorei!
Esse negocio de fuxicar orkut não ta com nada! Mas td mundo acaba fazendo, rs. Só mais o irritante da facul!
Beijos querida!

Srta. Rosa disse...

Gostei da parte dos tapinhas, hehe.

Bezzos, querida! Boa semana...

Keep me posted sobre a PDH.

http://senhoritarosa.wordpress.com

Juju disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Juju disse...

esse negocio de orkut acaba com a sanidade de qualquer mulher mal comida...ou não comida..rs

gigi disse...

meu sonho dourado é ser você.

e orkut não é nada. fala pra personagem que sinistro mesmo é o tal do MSN.

bêjo

Flavia disse...

desacuendando a contemporaneidade, beibe
bj

Eric Novello disse...

Hahha. Orkut virou mesmo uma arma clássica para fins de relacionamento. Ainda bem que a personagem tinha alguém para dar bons conselhos :)

P.I.T. disse...

Por isso que uma das principais regras dos maiores canalhas é não possuir orkut!
Adoramos seus textos!
Bjos

ALGUNS disse...

hahahah

poli, vc é demais, adoro seus textos cuntemporâneos!

hj tamo lá baby!

arrasa!

Paulo Bono disse...

bem que a gigi disse que isso aqui era massa. e claro, uma porradinha aqui outra ali....que beleza, hein!

abraço

Fábio Ricardo disse...

Pandora ataca novamente. Mto bom isso aí. Mulher estressada com orkut é a coisa mais broxante que tem.

Poliana Paiva disse...

Fico contente com as manifestações, elas só fazem aquecer o debate diante da contemporaneidade.
Afinal, estamos ou não estamos na era da comunicação?
Beijos a todos!

Her disse...

Olá!

Putz orkut é pra as bem comidas mesmo, porque senão é paranóia pura!!!
Legal adorei seu blog. Virei leitora.

Até mais.

Jujuba disse...

descobri o seu blog hoje de manhã no trabalho, totalmente por acaso... amei. já passei o link para alguns amigos!

sobre o texto: confesso que sou curiosa e quando dou uma de detetive descubro tudo e mais um pouco... mas para a minha sanidade mental e para a evolução do relacionamento, não checo o orkut alheio. Quando se trata de um ex-caso, essa regra é mais rigorosa ainda! conto os dias, quase como se fosse um processo de reabilitação.

Nada melhor do que um novo romance, ou de uns novos tapinhas para desencanar!

4rthur disse...

"Os meus olhos coloridos me fazem refletir"

muito bom o teu filme!

muito bom o teu blog!

voltarei mais vezes.

beijo!

Rackel disse...

Huahuahuahuahuahua

Poliana... vc por acaso me espia?!? pq seu texto parece q foi escrito com base na minha vida intima, sério mesmo!!!

Nossa... eu quase chorei lendo isso aqui no blog e lembrando de váaaaaaaaaaarios 'carinhas do orkut' e de váaaaarios 'implicantes da faculdade'.

Pena q eu não tinha uma amiga tão legal quanto essa pra me dar uns conselhos... teria entrado em mais 'tatamis' se os conselhos tivessem chegado mais cedo!
rsrsrsrs

bjão e bons ventos por aqui no blog!

Poliana Paiva disse...

rackel, eu não te espio não a vida é que está sempre a se repetir...Bjin,